Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page

Rating: 2.8/5 (127 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...



www.radioarirambafm.com


Quem Somos



História de Barreirinha 

Foi nos meados de 1830, que no Rio Andirá, Baixo Amazonas, nasceu com o singelo nome de Freguesia do Andirá, o atual Município de Barreirinha, criada em 02.11.1848, sob liderança do capuchinho Pedro de Cariana; sobre a comarca do Baixo Amazonas, a maior parte do território que a partir de 05.09.1850 passou a construir a Província do Amazonas.
Em 27.10.1851 chega ao local o jesuíta Manuel Justino de Seixas, que com auxílio dos moradores constrói uma capela sob a Invocação de Nossa Senhora do Bom Socorro.

Em 23.10.1852, a missão de Andirá é levada a curato, com subordinação a Vila Bela da Imperatriz.

Em 17.11.1853, pela Lei Provincial nº 14, é criado como Distrito de Parintins, com determinação e denominação de Nossa Senhora do Bom Socorro do Andirá.

Em 09.11.1958, pela Lei Provincial nº 92, o distrito passa a denominar-se simplesmente Andirá.

Em 13.05.1873 a sede do distrito é transferida para o local denominado Barreirinha, no Paraná do Ramos por ser terras de barreiras elevadas.

Em 09.06.1892, pela Lei Provincial nº 539, é criado o Município de Barreirinha, por desmembramento do município de Parintins.

Em 04.11.1892, pela Lei Estadual nº 33, é criado o termo Judiciário do município.

Nos tempos que se seguirão à criação, a economia do Município de Barreirinha atingiu franca expansão, devido, sobretudo, à exportação de produtos regionais; castanha, guaraná, borracha, cacau, pirarucu, cumaru e madeira.

Em decorrência disto, recebeu menção Honrosa na Exposição Universal de Bruxelas, em 1910, e participou da Exposição Internacional da Indústria de Lavoura em Turim, na Itália em 1911, onde recebeu medalha de bronze.

Nos anos 20, entretanto, ocorreram fatos lamentáveis que desestruturaram completamente sua economia, tais como invasões, saques, enchentes que devastaram plantações de juta e destruíram caças, levando assim a sua destruição.

Pelos atos Estaduais nº 45 de 1930 e nº 33 de 14 de setembro de 1931, são suprido o Município de Barreirinha, que volta a fazer parte de Parintins, sob simples condição de Delegacia Municipal.

Após a reconstituição do Estado do Amazonas, em 1935, ressurge o Município.

Em 31.03.1938, pelo Decreto-lei Estadual nº 68, Barreirinha recebe foros de cidade.

Em 01.07.1952, pelo Decreto-lei Estadual nº 441, o termo judiciário de Barreirinha é transferido para a Jurisdição da comarca de Maués.

Em 24.12.1952, pela Lei Estadual nº 226, é criada a Comarca de Barreirinha.

Em 10.12.1981, pela Emenda Constitucional nº 12, parte do Território é desmembrada, em favor do novo município de Boa Vista do Ramos.

Fonte: Histórico dos Municipios Brasileiros